24 March 2008

O queque estavas a escrever?

UM SMS!
Desta vez era um muito simples e banal, mas como sabe quem me conhece, sou grande adepta da comunicação via-polegarzinho :) E é triste, mas constacto que as coisas mais importantes, muitas vezes, são "ditas" por sms. (talvez para evitar grandes divagações... o sms obriga-nos a ser sintéticos... right to the point!).

Ora, tendo em conta que assim é, e que sou uma expert na matéria (diz que o treino exaustivo nos aproxima da perfeição), resolvi dar umas dicas aos meus amigos, e deixar aqui aquelas que considero algumas regras fundamentais para bem comunicar via-polegarzinho:

1 - NUNCA (mas nunca) enviar um sms com uma pergunta. Tipo "Está tudo bem?". Se eu quisesse mandar-te um sms a dizer como estava, tinha-o feito! Se queres perguntar alguma coisa, telefona, não obrigues a escrever! Isto faz ainda mais sentido, se quiseres cravar alguma coisa. Tipo "Posso dormir em tua casa?". Mas que raio de sms é este?!? Assim, não só estás a cravar dormida, como também um sms de volta. OK??

2 - Quase NUNCA enviar sms em ocasiões importantes (as excepções que confirmam a regra e fazem o quase são sms antecedidos ou seguidos de telefonema... ou então para aquela gente mesmo muito distante a quem queremos dar os parabéns ou desejar um feliz Natal mas não temos vontade de aturar). Um sms do tipo "Adoro-te Amiga! Parabéns pelos teus 30 anos, que tenhas um dia muito feliz" é no mínimo uma hipocrisia... :)

3 - Vamos lá a ser Homenzinhos e Mulherzinhas e não esquecer esta regra: coisas importantes (boas ou más) só podem ser escritas se já tiverem sido ditas!! OK?? Não vale escrever "ah e tal és o máximo" e depois não ter coragem para o cara-a-cara. Não se faz. Todo e qualquer sentimento merece mais do que um ecrãzinho verde a piscar e um toque raquítico (e sabe Deus os toques de sms que por aí há!!! :) ).

4 - Não discutir (nem andar sequer lá perto) por sms. É uma confusão e uma grande chatice. Eu não sei, por que eu nunca fiz isto... mas dizem por aí... :D

5 - (at last but not least, e especialmente dedicada ao meu amigo Ladrão): se beber não escreva! (mais uma vez... dizem por aí...)

E agora vou voltar ao meu sms.

4 comments:

Anonymous said...

6 - confirmar se envias o sms para a pessoa certa... e não para outra pessoa da tua lista...

Dinesh said...

É pah, discordo! :D

Eu, por exemplo, odeio falar ao telefone ou telemóvel, excepto se forem questões profissionais.

Questões pessoais, conversas fiadas, etc, isso prefiro pessoalmente.
Quando não é possível um encontro, então troco emails. E para as coisas mais pequenas, troco sms.

Ter de atender o telefone quando estou a trabalhar é uma chatice.
Ter de atender o telefone quando estou com um amigo tb é uma chatice.

Por isso, normalmente só atendo telemóveis se estiver a... conduzir. AH AH AH

Joana said...

Anónimo,
Tens toda a razão... Mas essa regra eu ainda não consegui assimilar (não tenho moral nenhuma para a tansmitir a ninguem)! (isso era uma (in)directa?) De qualquer das formas, prometo que vou continuar a tentar ser mais certeira e menos inconveniente!


Tiago,
Deixa-te de tretas, e vê se mudas essa foto, que isso é do piorzinho que eu já vi!! :)


Beijos aos dois,
J.

Buu said...

Pois, realmente no outro dia ainda pensei em enviar um sms a perguntar se o Mcdonalds estava bom, ainda bem que não tinha o teu número :)