11 September 2008

Dia 5 - Por queque tens uma bolha na sola de cada pé?

Ora, porque, como alguns de vós já desconfiavam, sou meio tontinha... Hoje, como previa um dia em que iria andar pouco a pé.... resolvi ir de Sandálias. Claro que aquelas que são umas sandálias "todo-o-terreno" no meu dia-a-dia, hoje foram as minhas piores inimigas. Em primeiro lugar porque fizeram duas bolhas enormes, mesmo na planta do pé... Em segundo, porque hoje começou a chover por aqui (felizmente foi só ao final do dia). (Afinal não andei tão pouco como previa..)

Passando já aos tópicos, porque hoje quero é ir dormir (esta coisa de acordar todos os dias cedo começa a cansar um bocadinho...):

- Chegou o Outono, e eu desconfio que não estou preparada para o receber. Felizmente amanhã é dia de ficar fechada em edifícios, por isso pode ser que não haja grande problema;

- Cheguei à conclusão que me vou embora de Paris sem subir à Torre Eiffel. Devo ser a primeira pessoa no Mundo que vem cá fazer Turismo e que vai embora nesta condição. E com orgulho!

- Continuo a pagar tarifas reduzidas para entrar nos Museus :) Gosto tanto de ter nascido em 83 :)

- Vejo muita gente com instrumentos musicais às costas por aí. Desconfio que tenho uns vizinhos que são músicos. Mas a verdade é que até hoje ainda não ouvi nenhum francês a tocar bem...

- Aqui os cães andam de metro. Em compensação, são todos mais feios do que os donos :)

- Hoje atribuí o meu prémio do "Metedor de conversa mais original": estava no Jardin du Luxembourg, e houve um que veio falar comigo, a dar-me os parabéns pela minha originalidade, porque eu tirava fotos a mim mesma enquanto andava. E eu a pensar que ele ia elogiar os meus lindos olhos azuis... :) (não, não estou loira... e dos americanos só quero é distância, como acho que já disse, Friks)

- Hoje decidi (e comunico, em resposta ao comment da Nisca, e também, para não alimentarem falsas esperanças) que não há prendas de Paris para ninguém! É tudo igual, sem piada, e acima de tudo sem utilidade (nem oara o Mano, que geralmente ´o mais afortunado). Como estou a atravessar uma fase em que me faz confusão ter a casa com souvenirs sem utilidade (e que ainda por cima não ficam bem com a decoração de nenhuma casa minimamente minimalista) resolvi adoptar a máxima "Não faças aos outros o que não gostas que te façam a ti". Já sabem que me lembrei de vocês, não é preciso mais nada, boa?

- Hoje vi, numa loja gourmet, uma especiaria que era vendida a 1500€/kg e outra que era a 27€/g. Não faço ideia qual é o preço da cocaína por aqui, mas desconfio que é mais barata...

- Lá consegui que a Stradi (beijinhos, obrigada!!) me explicasse por sms onde fica a loja dos melhores macarons (um doce que está na moda , que tem muito bom aspecto e que eu não posso comer porque tem amêndoa). A fila à porta não me deixou passar pela loja sem a ver. Pedi um macaron, um croissant e um copo de água. Comi o macarron (não fiquei fã) e logo em seguida o croissant. Como o macarron é pequenino, e foi comido com o croissant, não me aconteceu nada, por isso não usei a água para tomar o zyrtec que já estava preparado, just in case... :)

- Voltei aos Champs Eliseés e à LV (eu gosto é disso!). Gostei muito de uns sapatos que lá estavam, que tinham mesmo a minha cara. Se alguém me quiser dar uma prenda especial nos anos, já sabe... Calço o 37 nestes números de cá (experimentei-os, ai pois que experimentei!). Para quem está em início de carreira, custam pouco mais de meio ordenado :)

- Vi os quadros do Vicente (e dos outros amigos dele, mas que tinham as orelhas inteiras) no "Museu Dorsais". Diz que gostei, estive lá umas horas valentes.

- Descobri que tenho vertigens, e não são poucas! Foi preciso ir à procura do Quasimodo (que deve ter ido de férias com o Romantismo). Mesmo depois de ter estado mais de uma hora à espera para subir às Torres de Nortre Dame, não fui ao piso mais alto, fiquei-me pelo intermédio: já tinha conversado tudo com as gárgolas, já tinha procurado amigo corcunda, já tinha tirado fotos... e as vertigens já me estavam a dar a volta à cabeça! (e estava atrasada para o almoço que tinha combinado). Já agora, um registo muito engraçado: ainda bem o Sô Bento decidiu vir cá agora. Por causa disso,estavam a ensaiar no Orgão da Igreja. Muito bom! Uma sonoridade muito forte, como nunca tinha ouvido. Aposto que não há mais ninguém no Mundo que não subiu nem sequer ao primeiro piso da Torre Eiffel E já ouviu o Orgão de Notre Dame ao vivo!

A minha aventura está quase a terminar. Amanhã queimo os últimos cartuchos (Louvre e Pompidou). Vi quase tudo!

(NOTA: Como amanhã vou jantar fora e devo vir tarde, não sei se escrevo... De qualquer das formas, prometo umas linhas antes de ir embora)

2 comments:

Nisca said...

Ui, que bom ter nascido em 83!!!!!!
DIVERTE-TE, não quero cá bugigangas, vai tudo para a quermesse!
Beijinhos

Mafalda said...

beijinhoooooooooos MUITOS =D