12 September 2008

Dia 6 - O queque dizes a quem planeia ir a Paris?

(sim, porque já cá estou há tempo suficiente para poder mandar uns bitaites!)

Em primeiro lugar digo: Venham! Se passarem muito tempo a planear, não vêm cá antes dos 30 :) Comprem um bom guia (aconselho o da Lonely Planet), arranjem alojamento perto do Metro e aproveitem o voo para planear o que quiserem.

Algumas dicas importantes:

- Ajuda muito se falarem bem francês! Pelo menos tentem, não é complicado. Ajudei muitos turistas com problemas de comunicação, os franceses são sempre mais simpáticos com quem fala na língua deles.

- Não tenham receio de falar com os franceses e com os outros turistas. Paris é um ponto de encontro de imensas culturas, perder a oportunidade de conhecer gente de todo o Mundo, é desperdiçar uma das melhores coisas que a cidade tem para oferecer (para mim, difícil vai ser, quando voltar a Portugal, deixar no avião a "lata" que tive durante estes dias!! :) );

- Descubram o que Paris tem de melhor para vos oferecer (é diferente de pessoa para pessoa): há quem goste dos museus, há quem goste das ruas, há quem goste das lojas, dos palácios, dos parques, da joie de vivre.... Tentem explorar aquilo que mais gostam (e quem gosta bastante de Museus, tente concentrar-se nos tipos que mais gosta... Por exemplo, não vale a pena perder muito tempo no Louvre se gostam é de Arte Contemporânea).

- Não estranhem: os Franceses (homens), quando são amigos, cumprimentam-se mesmo com dois beijos!! (passados 6 dias, continua a fazer-me alguma confusão...);

- Aproveitem as bicicletas públicas. Atenção que na zona do Louvre e das grandes avenidas vão ter dificuldade em estacioná-las (eu hoje estive mais de uma hora de parque em parque, a tentar arranjar um lugar livre), mas não desesperem (confesso que hoje faltou pouco...);

- Alguns Museus fecham à Segunda, outros à Terça. Façam o vosso plano a contar com isto;

- Todos os grandes Museus têm um dia em que fecham mais tarde. Aproveitem!

- Se entrarem para o Louvre directamente através do Metro (estação Louvre - Palais Royal, que vai dar ao Carrousel du Louvre, um Centro Comercial que existe por baixo do Museu, e onde há uma papelaria que vende bilhetes, geralmente sem fila) ou através da Rue Rivoli, 91, evitam a fila enorme que há para entrar pelas pirâmides (não se preocupem que depois saem por lá... e para sair não há fila!).

E agora, à bom português, algumas dicas para uma viagem mesmo low cost:

- Marquem o voo com antecedência, por uma companhia Low Cost. Vai ficar-vos quase ao mesmo preço que o bilhete no Alfa para o Porto ;)

- Bebam água da torneira (para os portugueses, regra geral, sabe melhor do que a engarrafada);

- Os restaurantes e cafés deles são bastante mais caros do que os nossos. No entanto, num supermercado, a diferença não é assim tão grande. Passem por um de manhã, e levem mantimentos na mochila (mas não deixem de experimentar passar umas horas na esplanada, um dia ou outro!). Em algumas estações de Metro existem umas bancas que vendem fruta. Aproveitem!

- Muitas casas de banho públicas são pagas; Por isso, aproveitem as dos Museus quando lá estiverem ou, em alternativa, as do McDonalds :) Estão sempre mais limpas, e são de borla :) (nos Cafés e restaurante, naturalmente, têm de consumir para utilizar a WC. No McDonalds não há esse problema, eles não conseguem controlar - aliás, nem tentam);

- Para quem, como eu, acha que passar mais do que 4 horas no Louvre é um exagero (no meu caso estive bem menos que isso), escolham Sexta-Feira para a vossa visita (fecha mais tarde, às 21:45) e vão às 18 horas. A partir dessa hora a tarifa é reduzida (e a entrada é gratuita para os menores de 26 anos... como eu);

- Existe um cartão que dá acesso a muitos museus, mas pensem muito bem antes de o comprar: eu não comprei, e foi sem dúvida uma excelente escolha! Principalmente porque entrei em todos os que visitei com tarifa reduzida :)

- Se não têm menos de 26 anos, mas até parecem... Ponham o vosso melhor sorriso, digam que têm 25 anos e, se vos pedirem identificação, digam que não trouxeram, com um ar meio preocupado. Só têm de estar preparados para responder quando é que nasceram ;)

- Comprem a Carte Orange (esqueçam os passs turísticos!). É um passe semanal (também existe mensal, e é esse que os franceses utilizam) que vos permite andar de Metro e RER (comboio), e que vão utilizar bastante! Tragam uma foto tipo passe, vão precisar dela.

Hoje foi o meu último dia aqui. Amanhã ainda dou umas voltas, mas nada demais (a ver se é desta que vou com calma para o Aeroporto!). Vou deixar o balanço final para essa altura.

(e já agora... PARABÉNS A MIM!!! ;) )

1 comment:

walla said...

Parabéns a ti ;)

*